Dizem que sou louco...

Hoje é um dia diferente

Os poetas vão sair às ruas
Tampando apenas a frente
Com suas almas nuas
Com seu coração ardente
Sonhando com as suas musas
E gritando pra toda gente
Que as Deusas são suas
E tudo que vier a mente

Sairão todos sem dor
Uns de frente, outros de lado
Virão os que tem um amor
Também os que são amados 
Não haverá distinção de cor
Nem é pior quem vem cansado
Pois este dia é pra por
Fora todo o seu desagrado

E de amanhã em diante
Todos se recolherão
Terão uma idéia brilhante
E escrevendo ficarão
Vão falar de coisa semelhante
Mas cada um com um refrão
E depois disto, finalmente
Saberemos quão loucos são!
Pois quem escreve o que vem na mente
É mais louco que os pelados que se vão...