Freguesia do Ó

És um dos bairros mais antigos

Do então chamado além Tietê
Com muito charme e motivos
Para ser meu bem querer

Abençoa-nos Nossa Sra. Do Ó
E a todos os “filhos da igreja”
Pois assim é sua tradução e só
Rogamos para que nos proteja

Santa era a devoção de Manuel Preto
Bandeirante inspirado em NS Expectação
Que acrescentou o Ó do coreto
Outrora antífona cantada na oração

A sua população de “caipira”
No chamado Verde Cinturão
Deu vida à então nobre Vila
E base de tudo que temos então

Com ar e jeito de cidade do interior
Mas que de monotonia nada tem
Adoramos a Igreja e a praça com amor
Queremos te ver alegre e sempre bem

Conserve suas ruas pequenas
Arquitetura e formas também
Paisagem bucólica e árvores serenas
E todo este charme que mantém

Inspiração para o poeta de toda gente
Que ao passar, imortalizou a canção
E para mim, que a idolatro sempre
Quero venerar-te e viver esta emoção