Meia estação

E quando o inverno se for

Esqueceremos todo o amor
Que o frio consigo levou

E a primavera ainda que tardia...
Trazendo misteriosa magia
Mas... a flor caia...

E o sol então
Calor em todo verão
Por fim as folhas galhos serão

Veraneio no ar
Temperatura acalantar
Outono a chegar

“Tudo muda, e com toda a razão...”