Tu, que levas o T maiúsculo

Eu te encontro e somos nós
Não te encontro e fico a sós
Sozinho eu não tenho coragem
Você é a fé, fui feito a Tua imagem
Desarmado de Ti caio em armadilhas
Tropeço em pequenas valetas
Não ando em linha reta
Não tomo decisões certas
Crio cantos e poesias
Que não me representam
Conheço todas as seitas
Elas sempre me aceitam
Mas é a força em Ti que procuro
A visão pelo seu olhar
Que me guia no escuro
E me faz o caminho acertar